Blog da Salwa - Notícias e Eventos da Cidade

3.31.2015

Um pouco sobre o juiz de direito André Bogéa Pereira Santos…

28/03/2015 às 15:48

André Bogéa ESSA“Vejo-me compromissado em ser correto, justo, eficiente e célere. Preocupo-me com o jurisdicionado e tendo perceber seus dramas. Busco fazer uso dos instrumentos jurídicos à disposição para desconstruir as espirais do conflito e solucionar as demandas por completo”.Assim se define o juiz André Bogéa Pereira Santos, para quem “submeter-se a Deus, trabalhar, ter coragem e determinação” é o caminho para o sucesso.
Confira a entrevista:
QUEM É ANDRÉ BOGÉA PEREIRA SANTOS ?
Nasci em São Luís, onde estudei boa parte do primeiro e segundo graus. Formei-me em Direito pela Universidade Federal do Maranhão. Fui servidor público, advogado e ingressei na magistratura no ano de 2003. Sempre que possível, exerço o magistério, na área do Direito. Sou cristão, o que, penso, define praticamente todo o mais.
QUEM É ANDRÉ BOGÉA PEREIRA JUIZ?
Creio que o desempenho profissional de cada um tende a refletir, de certa maneira, os princípios e valores apreendidos em sua formação. Vejo-me compromissado em ser correto, justo, eficiente e célere. Preocupo-me com o jurisdicionado e tendo perceber seus dramas. Busco fazer uso dos instrumentos jurídicos à disposição para desconstruir as espirais do conflito e solucionar as demandas por completo.
POR QUE ESCOLHEU O DIREITO?
Foi um processo natural. Gosto de outras áreas do conhecimento. Pude testar, pois durante certo tempo cursei Engenharia Civil e Direito. Percebi o que seria vocação. Hoje, estou satisfeito com a escolha.
PARA VOCÊ, O QUE REPRESENTA A MAGISTRATURA
Como cidadão, um valor essencial para a boa saúde da República e da sociedade, sem a qual mesmo os direitos e as garantias fundamentais, cedo ou tarde, seriam sacrificados. Como magistrado, uma responsabilidade tamanha que impõe vigilância e dedicação constantes para desempenhar da melhor forma imaginada a tarefa de julgar o próximo.
EM QUAL COMARCA ESTÁ NO MOMENTO E HÁ QUANTO TEMPO?
Na Comarca de Açailândia, 2ª Vara Cível. Há aproximadamente seis anos.
ALÉM DA FUNÇÃO JUDICANTE, QUE AÇÕES DESENVOLVE NA COMARCA?
Minha prioridade é julgar melhor e mais rápido as demandas traduzidas nos autos dos processos, inclusive com a redução do respectivo acervo. Busco também atender a convocações para mutirões, como o Pauta Zero. Satisfeito esse objetivo principal, procuro contribuir de outras formas para que as pessoas possam usufruir ainda mais do exercício pleno da cidadania.
Como evento de maior visibilidade, há os Casamentos Comunitários (um projeto instituído em todo Estado pelo Des. Jorge Rachid Mubárack Maluf, quando Corregedor-Geral da Justiça do Maranhão). Em Açailândia, já faz parte do calendário do Judiciário, é realizado anualmente, se encaminha para sua 6ª edição consecutiva e envolve o trabalho de todos os juízes e servidores da Comarca, com contribuição decisiva de juízes convidados de outras Comarcas do Estado. As últimas edições têm sido realizadas com eventos múltiplos, um para cada município.
Mantenho abertos canais de comunicação com a comunidade, seja pelos veículos de comunicação (quando necessário), seja por atendimentos diretos ao cidadão ou ainda por audiência pública.
COMO VÊ A ATUAÇÃO DO JUDICIÁRIO NESTA COMARCA?
A Comarca de Açailândia conta com seis juízes de direito e atende três municípios (Açailândia, Cidelândia e São Francisco do Brejão), bem como uma população total de mais de 140.000 habitantes.
Ainda que diante da capacidade de trabalho saturada, sou testemunha do incessante esforço de magistrados e servidores para, superando os mais variados obstáculos, prestar o melhor serviço possível, o que, não raro, significa trabalho aos finais de semana e feriados forenses, resultando em intensa diminuição do acervo processual.
Marcas registradas de Açailândia também são o trabalho em equipe e o foco nas necessidades da população que procura o Judiciário.
COMO CUIDA DA SAÚDE?
Sempre que posso, faço exercícios físicos, alimento-me bem, fico próximo da minha família e tento exercitar um lazer.
CAMINHO PARA O SUCESSO É?
Submeter-se a Deus, trabalhar, ter coragem e determinação.
HOBBY?
Ler, sobre tudo.
LIVRO PREDILETO?
O predileto, a Bíblia. Depois, gosto de Umberto Eco, Alexandre Dumas e Machado de Assis, Ezra Pound e Carlos Drummond de Andrade, Arthur Schopenhauer e Immanuel Kant, Winston Churchill e Marco Antonio Villa, dentre outros.
FILME QUE GOSTA E POR QUÊ?
Gosto de muitos. Por exemplo, Corajosos (de Alex Kendrick) e Intocáveis (de Eric Toledano e Olivier Nakache), dos mais recentes. E também Cidadão Kane (de Orson Welles) e A Paixão de Cristo (de Mel Gibson). A boa narrativa das aventuras do ser humano rumo ao conhecimento e ao autoconhecimento fazem convite irrecusável.
MANIA…
Organização. Mas acho que não chega a ser uma mania.
O MELHOR DA VIDA É…
Ter comunhão com Deus e viver os bons momentos com a família e os amigos.
FAMÍLIA É…
Um tesouro inestimável.
O QUE VALORIZA NOS OUTROS?
A boa intenção.
O QUE NÃO GOSTA NOS OUTROS?
Má intenção.
SONHO…
Testemunhar e legar um país e mundo melhores para nossos filhos.
(Da assessoria do TJ/MA)

3.19.2015

SEDES divulga última convocação para Cadastro de Reserva do Minha Casa, Minha Vida


SEDES, divulgou a última convocação dos candidatos sorteados no Cadastro de Reserva para Unidades Habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida. Esta é a sétima convocação e estão sendo disponibilizadas 179 vagas destinadas somente aos grupos I (pessoas que se enquadram a 75% dos critérios, estabelecidos através de Edital), uma vez que foi a cota restante.

Os candidatos terão prazo de 19 de março a 23 de abril de 2015 para comparecerem na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, situada na Rua Hermes da Fonseca, 49, bairro Centro, para apresentação dos documentos exigidos pelo programa. Caso o candidato não compareça ou não apresente a documentação no prazo estipulado, implicará na eliminação do notificado, permitindo, assim, a convocação de um novo candidato. (ASCOM- Sedes)

Lista de documentos (ORIGINAL E XEROX)

Deverão ser apresentados original e xerox dos seguintes documentos:

- Identidade (do titular e do cônjuge);
- CPF (do titular e do cônjuge);
- Certidão de nascimento (se solteiro); certidão de casamento (se casado), Averbação do divórcio (se divorciado);
- Comprovante de residência;
- Folha resumo do CadÚnico (solicitar no Programa Bolsa Família);
- Procuração (se analfabeto. Solicitar modelo no programa Bolsa Família);
Em caso de união estável ou casado civil ou religioso, o candidato deverá se apresentar acompanhado do cônjuge.

Câmara de Imperatriz aprova lei que proíbe propaganda com imagens de nudez


A fiscalização deverá ser realizada pela Secretaria Municipal a Fazenda e Gestão Orçamentária

Imperatriz – A utilização de imagens do corpo humano em situação de nudez ou seminudez em propaganda de ‘outdoor’ está proibida em Imperatriz. É o que disciplina o Projeto de Lei nº 016/2015, de autoria do vereador Rildo de Oliveira Amaral (SD), aprovado nessa quarta-feira (18) na Câmara Municipal de Imperatriz.
Também fica proibida a utilização de imagens de crianças e adolescentes em situações vexatórias em anúncios de outdoors publicitários. O tema, debatido em sessão ordinária, veda ainda a propaganda desse tipo de anúncio –-ou outras formas de veiculação— com apelo ao erotismo.

O pastor Ricardo Massay Damasceno, da igreja Nova Aliança, comentou ao utilizar a tribuna “Freitas Filho” que “esse projeto de lei zela pela ética, os bons costumes e, acima de tudo, pela dignidade do ser humano, principalmente crianças e adolescentes”. “Basta o cidadão fazer uma rápida passagem por ruas e avenidas da área central para assistir a uma ‘erotização da mídia’, fato que consideramos uma nocividade essa exposição de corpos humanos para venda de produtos”, assevera.
Para ele, a exposição de propaganda com imagens de nudez ou seminudez é proibida na televisão, situação que também deve ser coibida em anúncios de outdoors instalados em todos os bairros de Imperatriz. “Entendo que o erotismo e a sensualidade não pode ser meio para venda de qualquer produto, pois é um dever do legislativo inibir esse tipo de conduta em anúncios publicitários fixados em outdoors”, frisa.

O vereador Rildo Amaral, autor do projeto de lei, considera de suma importância que essa nova legislação seja colocada em prática, bem como fiscalizada pelo poder público municipal para coibir esse tipo de anúncio em outdoors em Imperatriz. “Queremos agradecer ao vereador João Francisco Silva, da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, que desde o início desse projeto ajudou na elaboração dessa lei, assim como o pastor Ricardo Damasceno que fez esse alerta sobre essa exposição em propagandas de outdoors”, disse.

Penalidade – A lei prevê punição [artigo 3º] as empresas que contrariarem a regulamentação, estando sujeitas ao pagamento de 19 unidades fiscais do município de Imperatriz (UFM), e a substituição da propaganda por um período de 30 dias com a frase: “A família é a entidade primeira na construção da moralidade do povo brasileiro”.

GANG DA PETROBRAS ROUBOU MAIS DE R$ 1 BILHÃO

Somente a GANG da Petrobras ROUBOU dos cofres da empresa mais de R$ 1,3 BILHÃO DE REAIS. É muito dinheiro. E nós brasileiros pagando uma das gasolinas mais caras do mundo para sustentar a ladroagem desta turma de bandidos. Quando abrirem a caixa preta do BNDES, a merreca roubada da Petrobras vai virar é motivo de piada. 

3.11.2015

Homens preferem mulheres que riam das piadas deles a mulheres engraçadas

Pesquisa foi feita por psicólogos da Universidade de Miami

O GLOBO Publicado:
Atualizado:
As atrizes Suzana Pires, Ingrid Guimarães e Tatá Werneck em cena da comédia 'Loucas pra casar': senso de humor difere entre os sexos Foto: Divulgação
As atrizes Suzana Pires, Ingrid Guimarães e Tatá Werneck em cena da comédia 'Loucas pra casar': senso de humor difere entre os sexosDIVULGAÇÃO
RIO - Triste notícia para as mulheres engraçadas: um estudo descobriu que os homens preferem as mulheres que riam de suas piadas, em vez das mulheres que fazem graça. O estudo, com 80 pessoas, feito por psicólogos da Universidade de Miami confirmou as conclusões de uma outra pesquisa realizada em 2006: na ocasião, foi constatado que os homens preferem as mulheres que são receptivas às suas piadas, enquanto as mulheres gostam de homens que as fazem rir.
O estudo, que visa a mostrar como o senso de humor difere entre os sexos, afirma: "as mulheres querem tudo, e não apenas um companheiro que vai fazê-las rir, mas alguém que vai apreciar o seu próprio humor."
E continua: "Homens, por outro lado, parecem se importar mais em encontrar uma companheira que pensa que ele é engraçado."




















Leia 

mais sobre esse assunto em http://ela.oglobo.globo.com/vida/homens-preferem-mulheres-que-riam-das-piadas-deles-mulheres-engracadas-15552387#ixzz3U5v88qRZ
Copyright © 2015 O Globo S.A. 

Use a linguagem corporal a seu favor em entrevistas de emprego

Cruzar os braços é permitido? Olhar para o lado é ruim? Veja o que fazer e o que não fazer nesta situação


Dicas para trabalho (Foto: Getty Images)

Pregam especialistas que, na hora de dizer algo a alguém, a comunicação depende 42% do que a gente fala e 58% do que nosso corpo expressa. Cruzou os braços, olhou para o lado “errado”, sentou com postura displicente demais? Todos esses detalhes, muitas vezes involuntários e despercebidos pela maioria, podem botar em risco relações no trabalho e no amor, em particular se a pessoa do outro lado souber decifrar o que suas expressões querem dizer.


A boa notícia é que, com um pouquinho de atenção e técnica, dá para usar linguagem corporal em nosso favor. Seja para identificar o que o outro pensa (mas não fala), seja para não passar nenhum sinal equivocado.


Paulo Sérgio Camargo, grafólogo e autor dos livros “Linguagem Corporal” e “Não Minta Para Mim! Psicologia da Mentira e Linguagem Corporal”, ambos publicados pela Editora Summus, e Luiz Eduardo Gasparetto, diretor da Serap, consultoria em desenvolvimento organizacional, nos ajudaram a montar um manual básico para quatro contextos cotidianos: entrevista de emprego, reunião com chefe, encontro amoroso e festa de fim de ano da empresa.


Entrevistas de emprego (parte 1)


Linguagem corporal não tem a ver só com o que o sujeito gesticula. Cabelo, pele e unhas têm de estar impecáveis, independentemente do contexto, e roupas precisam se adequar a cargo, empresa e mercado. Pesquise antes para se situar. Calça jeans e camisa polo bastam em agências de comunicação, mas bancos exigem paletó e gravata. Uma startup de tecnologia exige um vestuário. Uma multinacional automotiva, outro.

Trabalho (Foto: Getty )

No dia, você chega 15 minutos antes do horário marcado e aguarda sua vez. Caminhar para lá e para cá sugere ansiedade. Contenha-se. Ao ser chamado pelo entrevistador, apresente-se e lembre-se que a impressão sobre alguém é construída no primeiro minuto de contato. Eis nove dicas para causar uma boa primeira impressão e aumentar as chances de ficar com a vaga.


1. Logo no primeiro contato, no momento do aperto de mão, mire o entrevistador nos olhos e mantenha a mão firme. Ambos são sinais de confiança e credibilidade.


2. Espere o convite para sentar. Ao fazê-lo, fique ereto e confortável – mas não confortável demais. “O entrevistador dirá para ficar à vontade, mas não é o sofá de casa”, diz Gasparetto.


3. Ao sentar, evite ficar muito na beira do assento. Isso dá impressão de que o fulano quer levantar e ir embora a qualquer momento. Projetar o tronco para frente enquanto o entrevistador fizer uma pergunta, por outro lado, demonstra atenção em ouvi-lo.


4. Não cruze braços! Isso indica que você não quer ouvir o que o entrevistador tem a dizer ou não está disposto a novas experiências. Justo o que ninguém quer aparentar num caso assim.


5. Olhar nos olhos do sujeito à frente é importante, mas não exagere. Encarar o entrevistador todo segundo torna o encontro desagradável. Aí vai uma fórmula de Camargo: mire os olhos em 65% do tempo e outros focos em 35%. Olhar pela janela não é legal, porque indica mais interesse na rua do que com o bate-papo, e olhar para baixo sugere insegurança.


6. Gírias não são bem-vindas. “Né”, “tipo” e outras palavras usadas para costurar frases, também não. Palavrões são terminantemente proibidos. Mesmo em empresas jovens.


7. Não faça movimentos bruscos e não fale alto demais. Ambos são incômodos e causam uma sensação de desconforto no entrevistador que pode encurtar seu tempo de conversa.


8. Fale a verdade! Se o entrevistador manjar de linguagem corporal, vai desconfiar. O corpo entrega: um mentiroso olha para cima e para a direita, para acionar partes do cérebro ligadas à criatividade, em vez de para a esquerda, associada à memória. Desequilíbrio e piscadelas demais também deduram. “Hoje todo entrevistador sabe identificar mentiras”, diz Camargo.


9. Cuidado para não parecer estressado demais: colocar a mão na boca, puxar o colarinho da camisa, passar a mão na orelha, tudo isso demonstra um nervoso que nunca é favorável.